sexta-feira, 24 de março de 2017

Cadeira Lamartine

 
Peças artísticas provocam sensações ambíguas em pessoas ambíguas.
Ser ambíguo é humano. Fato!
Oi???




Por que chamei de cadeira Lamartine? 
Simples!
Porque resgatei este tronco queimado, cheio de formiga, na Favela Lamartine que fica no caminho que faço ao trabalho.
Dazora a cara de espanto dos transeuntes ao ver eu recolhendo estes materiais... A curiosidade... 
Hehehe


Encostei este tronco no canto da marcenaria sem saber ao certo o que fazer com ele. 
Ficou aí durante um mês, certo dia deu vontade de cortar no meio, cortei. 
Deu vontade de juntar as peças, juntei...
Deu vontade de parar e ir na padaria do outro lado da rua tomar café, tomei.
(...)(...)(...)

















Agora com Verniz PU...